Submit your work, meet writers and drop the ads. Become a member
Veronika Jan 2017
...
Sun-dried it was, with freckles and pimples each individual size and cause
Mixed with strange colors from the blue UV
A canvas for sweat, where I’d sleep, drink and eat
The surface I treat like a marble dream I walked upon without slipping
Like those shoulders I gripped when you made me feel little
And I begged you for more

Was I cinnamon to you, not perfect all the time like her
The vanilla that she is, pure and classic
She is the real porcelain inside and out while I am ceramic
My cracks don’t show at all, then all at once
But the scariest part is that I haven’t fallen yet, I live on
And you’re on the other ******* side
Julia Jaros Nov 2016
Desculpa.
Eu estrago o perfeito.
Acabo com o infinito.
Transformo a realidade em mito.

Digo as palavras erradas mesmo dizendo as certas.
Escrevo cartas rasgadas e as envio abertas.

Rabisco palavras bonitas.
E no lugar coloco feridas.
Oras
Você vai se acostumar.
No meu mar eu vou te afogar.

Você tenta me erguer e eu te puxo.
Tenta compreender e eu fujo.
Tenta fugir e eu rujo.
Sou um animal selvagem e sujo.

Eu cresci errado.

Eu sorri errado.

Eu menti errado.

Eu senti errado.

Mas me conta, qual a sensação de ser amado?
Expo 86' Sep 2015
Porque eu tenho que ser um desgraçado que há de morrer afogado nesse mar de elementos  de um passado que seria melhor apagado, porque há de mim ser mais um solitário que há de morrer queimado por todas essas emoções sem pário, porque há de mim ser mais um coitado que passa o tempo deitado nessa cama de sentimentos amaldiçoados

— The End —