Submit your work, meet writers and drop the ads. Become a member
 
Jan 2015 · 774
Amor bem ou mal- amado
Victor Marques Jan 2015
Amor bem ou mal- amado


Orquídeas sem o odor primaveril madrugador,
Aspirinas que tiram o sono ao sonhador,
Delícias tuas que são deleite e terno prazer,
Deixa o amor tudo fazer.

Saudade de ti no verão que foi ameno,
O amor é um grito, um ritual humano.
Por vezes o amor parece que tudo isola,
Amor que compreende e consola.

Observo as pedras de xisto e de granito,
Levantar o olhar e dar um grito,
O amor parece um horizonte dourado,
O amor bem ou mal- amado.


Victor Marques
amor, bem amado
Jan 2015 · 1.1k
Cumplicidade do amor
Victor Marques Jan 2015
Cumplicidade no amor

Sentimos sensações diferentes nesta caminhada,
Cavalgamos campos verdes sem estrada,
Caímos e levantamos sim senhor!
Pintamos quadros todos da mesma cor.

Vivemos situações desiguais,
Criamos personagens sensacionais,
Damos flores com sentido e razão,
Amar na impureza da perfeição.

Sentados no muro do jardim,
Vestidos curtos de cetim,
Sentimentos sinceros e sem pudor,
Cumplicidade minha e do teu amor.

Victor Marques
amor, tu, eu
Jan 2015 · 695
Penar por aquilo que sou
Victor Marques Jan 2015
Penar por aquilo que sou

Incompreendido na vida e no amor,
Penando pelo que me rodeia e consome,
Viver ausente e em eterna rebeldia,
Feito saudade que vicia.

Instalado e na doçura de terna idade feliz,
Penando por uma adolescência que nem quis,
Procurando uma imortalidade nesta vida sem favor,
Escrevo penando por amor.

Prisioneiro de meu pensamento que Deus fez excelso,
Penando em prosa e também em verso.
Amando cada cepa direita e por vezes torta,
Louvando a flor que sempre brota.

Victor Marques
Penar. eu, sou
Jan 2015 · 1.3k
Odor da flor
Victor Marques Jan 2015
O Odor da flor

Estou sempre á espera de seu odor,
Tão bela é a singela flor,
Parece que se entranha na nossa vida,
Cheiras a regresso e despedida.

Teu encanto a todos consome,
Parece seres mulher sem nome,
As abelhas te escolhem para em ti poisar,
Eu não me canso de te contemplar.

Enfeitas casas, jardins, as pradarias,
És flor para tantas tristezas e alegrias.
Podes ser evento, ou notícia,
Teu odor me purifica.

Victor Marques
flor, odor, notícia
Jan 2015 · 781
Destino que é Destino
Victor Marques Jan 2015
DESTINO QUE É DESTINO

Antigos sonhos que se sonharam,
Amores que passaram.
Gotas de orvalho cristalino,
Destino que é destino.

Paixões turbulentas e calmas,
Cavernas que já foram cavernas,
Doenças que são grandes traumas,
Destino e paz às almas.

Sentimentos sem ter prazo,
Comboios no cais do acaso,
Saudades do tempo que passou,
Destino daquilo que fui e sou.

Avezinhas cantam belas melodias,
Suaves com suas crias,
Embalado na corrente do rio Tua que ainda corre,
Destino meu que não morre…


Alijó, 22 de Outubro de 1991
Victor Marques
Destino, eu, sou
Dec 2014 · 905
Doors open at all times
Victor Marques Dec 2014
Close your own eyes,
Open your windows.
Your eyes will open letters of hidden secrets,
Doors will be open for you.

Forests with squirrels,  frogs and creative bats,
Doors in their own little lives,
knowledge not be published in our minds,
Doors closed and possibly open. ..

Life is for the wind,
For roses that you have any time,
Doors and windows closed for your love,
Riverside without anything,

Doors,  Doors angry foggy days,
Brilliant sunny,  wet and dark night,
Doors open at the atmosphere,
Windows close down with my fear.

Victor Marques
Doors, closed, open, opportunity
Nov 2014 · 828
I was born
Victor Marques Nov 2014
Thanks for the first time I saw the light,
With care and support from mother,
Understanding the air and having a father.
Naked with abundance of the sky above,
I was born with tones of love...


Years of learning how to look everyone in the eyes,
Charming with friends and helping with smiles,
I know that I was a Child with different care,
I was born somewhere!

I love naturally with immense sense of grace,
I was born with a funny face,
Mountains with so many trees to grow,
Loving life in every blow.
Victor Marques Nov 2014
Nascimento, vida e existência…

     Nascemos de uma forma sublime que parecendo uma banalidade natural é segundo o meu ponto de vista um milagre em todos os sentidos. Parece que o ventre da mulher foi feito e eleito o local divino para mostrar ao mundo a beleza do nascimento, vida e existência, comprometida com todos aqueles que tiveram o privilégio de um dia nascerem.
Nascemos, vivemos e existimos num planeta que procura respostas que não acha para uma imortalidade pedida a preceito em orações, congressos, ou aglomerações de seres que procuram nesta vida um culto a Deus que parece estar para caprichos e devaneios de tantos seres humanos que existem por existir.
Nascimento é vida e ao mesmo tempo uma existência comprometida com o universo que é gratuito para todos aqueles que conseguem perceber a magnitude da abundância que nos é dada com o nascimento, vida e existência.
     Nascemos nus sem nada para oferecer naquele preciso momento alegria a todos aqueles que parecem esperar um Messias salvador e apaziguador de corações por vezes divididos
e adulterados com vivências da  sua própria vida.
  - Que recompensa teremos nós depois de deixarmos de existir sob esta forma material que parece ser digna e ao mesmo tempo real?
-Será o nascimento o elo principal na vida, na existência e na morte?
- Será que Deus através da beleza e complexidade do nascimento quer mostrar ao homem através da sua existência a possibilidade de aspirar com a morte à ressurreição ou melhor a outra forma espiritual de continuar a existir?
- Será que não será mais fácil e rápida a morte do que o próprio nascimento?
     Nascemos, vivemos e existimos num planeta terra maravilhoso regido com mestria por um sábio infinito e Criador que sempre com precisão consegue dar ao ser humano deleites que irão perdurar na nossa vida até ao dia que depois de nascer, viver e existir morremos para ressuscitar no Amor Sublime de Deus nosso Pai.

Victor Marques
nascimento, vida e existência
Nov 2014 · 755
Amar a vida primeiro
Victor Marques Nov 2014
Amar a vida primeiro
Gratidão para o resto do dia,
dando sorrisos para irem muito longe.
As coisas estão serenas tais como os rios Douro e Tua que esperam pacientemente todas as águas que se deleitam em correr desenfreadamente para seus leitos. Vinhas com folhas que caem coloridas e se assemelham a um horizonte de ouro luzidio.
Os pecadores sem sinos para tocar os remorsos dos seus pecados mais graves. A consciência humana dignifica e purifica ao mesmo tempo tantos seres que com pequenos delitos caminham livremente. Portas e janelas abertas logo de amanhã para espreitarem a  biblioteca do universo. Amando cada ser humano em excesso,  cada folhinha que tem medo de estar ligada. Folhas com o medo de estar no ar. A vida nem sempre é justa para  leõezinhos que na selva com cabras e cordeiros confraternizam no paraíso de um Deus infinito e imparcial. Amar a vida meus queridos amigos porque não se pode amar ninguém senão amarmos a vida primeiro.
. Victor Marques
amor, vida, primeiro
Oct 2014 · 824
Universe unknown
Victor Marques Oct 2014
Everything is fine with the perfect gift,
Of the universe so perfect,
Perhaps more than we expect,
the lights on that we can quit,
romantic love to hear in a dark night,
stars shine all right...

oh.., yesterday gone forever,
future want a lift to get your hands,
violinist in the past support hardly fever,
university of the universe with no commands,
sun, paradise color of a golden brown hair,
Universe unknown , United but not fair. ..


back in time to go to eternity,
with no fear of death,  but totally free,
Universe unknown for human mind,
infinite,  unknown for mankind.


Victor Marques
Universe,  unknown,  infinite
Oct 2014 · 791
Being alive
Victor Marques Oct 2014
Gratitude for the rest of the day,
giving smiles away,
things are going well,
sinners with no bells.

Right now In your mind,
people will be around,
Doors and windows open tomorrow,
library of the universe,
Loving every human being in excess,
Banks without any money to borrow.

Leaves with the fear of being on the air,
Life is not always fair,
lions in the jungle with goats and lambs,
Loving life my dear friends.

Victor Marques

Banks without any money to borrow.
Living,  loyalty to life
Oct 2014 · 967
the leaves falling asleep
Victor Marques Oct 2014
Leaves and the days without so much clarity,
falling  down for you and me.
Vineyards like a colourful rainbow up the sky,
leaves, leaves saying goodbye. ..

Birds singing a strange melody,
Pink flowers  and yellow bee,
leaves going away,
I rather want to bare and stay.

Wind an rain  with sad leaves,
no grapes, no figs...
We love naturally the beauties of  leaves falling down,
I watch them like an happy miserable clown.

Snow will comes in a very dark night,
Will cover all the leaves of a dynamic white,
Wolfs and bears still in their homes,
Kings and Queens in their thrones.

Victor Marques
Leaves, falling, down
Oct 2014 · 1.0k
Vinhas nos dias de Outono
Victor Marques Oct 2014
Vinhas nos dias de Outono
Quando da minha janela olho com sono,
Vejo vinhas ao abandono...
Quando da minha janela não  vejo flores floridas,
Olho para as folhas apodrecidas.
Me levanto com a vidraça embaciada,
Olho para um horizonte feito do nada.
As videiras imponentes e coloridas,
Despertam meio adormecidas.
Os ribeiros que desesperam junto aos salgueiros,
As rochas escurecem  com sorrateiros nevoeiros,
As vinhas parecem estar cheias de vida,
Eu me conforto com um  beijo de despedida.
Tantas e diversificadas  cores que me enchem a alma,
Solidão que ama e da calma.
Vinhas de um Outono  singular,
Folhas de par em par. .
Victor Marques
outono, sono, folhas, vinhas
Oct 2014 · 1.0k
S.Francisco de Assis
Victor Marques Oct 2014
S. Francisco de Assis

Amor a todas as criaturas tu tinhas,
Santo de visão positiva e natural,
Da natureza e mundo animal.
Agora tu também e Santiago,
Que continua a pintar o bago.
S. Martinho faz meu vinho,
E tu olhas por minhas vinhas.

Tu criaste a devoção aos passarinhos,
Eu olho para a beleza dos seus ninhos.
Cantaram cânticos das harpas de Jacób,
Santo bendito de piedade e dó.
Pobrezinhos a Deus pedem pão,
E tu viste Deus em cada irmã e irmão.

S.Francisco de todo o mundo, de Asssis,
Juventude irrequieta que Deus quis,
És patrono da natureza e dos animais,
Deixa-me ouvir o cantar dos pardais…
S.Francisco, amor, animais, natureza
Oct 2014 · 1.3k
Givers and Receivers
Victor Marques Oct 2014
True givers and receivers connected with Mother Nature
When I get back to my earlier days I can say that I’m a very lucky man.
To be alive is also a great way of getting the most important reward for doing things in harmony with God's grace. Every day we receive sun, rain for free.  We plant seeds and the only thing that we do is taking care about them and they will give you the chance of see the beauties of our mother nature.  Harvest time will come to pick up the reward of lots of caring about insignificant grains. Every second the universe shows to us the miracle of life.
       During the day we can have clarified so many different types of light, colorful sky, green or blue waters, golden horizons like purple, rainbows in a sunny day.
The perfect gift of having a good day it's a great moment in our daily routine.
In modern t times men lost the ability of giving in so many senses. Clear like transparent water should be used  with any questions about honesty,  loyalty,  love. ..
         To give isn't a big deal for so many people.  They are asking for something else. ...truly stunning true givers have a strong feeling of being able to give without restriction.  They do that for love to all brothers and sisters.  In addition to this I can see that a giver is much more appropriate for me than the receiver.  Smiling to get your returns is strictly forbidden.  Every time you have received a gift you thank the the giver with words of encouragement, wishing the the best luck .I would really love to know what you think about it?     Can you believe in giving a good idea to someone, helping individuals to join the group of friends that lovely give in a pure way?
       In addition to this receivers wait for the prey all time.  They don't understand why givers are happy and healthy.
They want to achieve things the same way as a poor man buy tickets for winning the lottery.
More closely you are with people who want to share experiences, thoughts, feelings more happy and enthusiastic you will become in a couple of years.
To choose is something that is not a problem for each human being. .. We have been made so far by civilization, different types of cultures, difficult to see however how men are fighting and killing each other for stupidity.
I believe in one single color of skin, one God, one big nation of people loving each other in peace,
Victor Marques
givers, receivers, givers gain
Victor Marques Sep 2014
How to understand the importance of being alive
Wake up in the early morning without anything to say about,
Look forward to hearing from you my friend and would like to know what are your thoughts in the end of a sleeping night.
To live is the best way of getting the most important reward for your support and encouragement.
I tried to access myself and put some quality in the mystery of being alive.  My melody will be able to offer you amazing words of wisdom regarding  the importance of being able to get your free time to live your own lifetime.
     We all are aware of mortality, we believe some in eternal life or can you deal with death in a fare way. ?
Of course not...we started to make sure that everyone will be in touch with the fear of being out of life in a certain period of time.
Life's is wondering why you should have so many worries, so much trouble, so much pain, presumably the pressure on your own. ...
As life goes on I just don't know what to expect from me and to deal with so many different ways of getting the most of things, the most of life.
      People are going through the process of setting difference in others people life. We have been made so far much progress in helping others to support important causes.  Men will wonder why some are so confident, positive, and so grateful.
In our lives experience we can find givers and receivers.
I love them all and try to keep it simple and intuitive.
     Sometimes it can be found on the air gratitude, love from the heart.  Life is a good thing indeed.  Deep in so many senses. Clear like transparent water.
I really don't know what you think about your own life and the place where you can find life in general.
      I wake up every day full of life. People have to look close to the right to monitor the content of your choice to love and hug the offers of being able to care about life.
      So look at the moment when you were born,  your name was probably pronounced.  Your parents laugh  with tears.  Your life started with joy.
Victor Marques
life,  death
May 2014 · 1.5k
Graças a Deus
Victor Marques May 2014
Graças a Deus
Você deve agradecer a criação de Deus?
Como um ser humano humilde Estou sempre grato a tudo que meus olhos podem ver e minha mente pode ou não poder entender.
Vejo a vida como um presente muito precioso. Não me pergunte porquê, cada pessoa é que deve ver e abrir os olhos para todas as belezas da natureza, do universo.
      A Criação de Deus é cheia de amor e carinho. O homem nunca vai ser melhor que nosso Senhor no espírito do verdadeiro amor. Seu Filho Jesus
morreu pelos nossos pecados.
Dias virão e a mortalidade permanecerá como o grande segredo para a espécie humana. Novas descobertas mostram o poder do Espírito Santo.
Como um verdadeiro crente eu vejo Deus como amigo, como uma luz que está sempre ligada, como o melhor arquiteto que planeou o mundo e fez isso de uma forma esplêndida.
      Quando eu semeio sementes não consigo ver nada. Eu me preocupo com as sementes, coloco a água, trato tudo com carinho e acredito verdadeiramente que a época da colheita virá como uma recompensa. Deus deu tudo para o homem. A cada momento peço paz, o respeito e o amor verdadeiro por toda a criação de Deus.
        Eu sou abençoado por me dedicar ao cultivo de uvas no Vale do Douro. Bendigo Deus pela minha família, amigos e por ter Deus todo o tempo na minha vida. Estou sempre grato por tudo o que rodeia no Espírito da criação de Deus.
Amor á natureza ao Universo, amando cada ser humano como Deus ama será o ideal de toda a criação.
Deus abençoe a todos
Victor Marques
Victor Marques May 2014
Life with so many secrets
Waking up every day,
Smell of the land on the air,
Walking with steps of care,
Living life in a Lively way.
I open my eyes with fair love,
Looking at the sky above!
Smiling gracefully is my destiny,
Life for good, for free...
So many secrets to share,
Life is not always fair.
Just look things with another eyes,
Life starts when someone dies?
Memory in peoples mind will remain,
Be good, not insane...
Life is for believers in a God’s Will,
Life is to live and feel.
Victor Marques
Victor Marques May 2014
Close to nature, close to God.
The rainbow up the sky,
saying hello, saying goodbye!
Rivers with solitude,
Children asking for food.
Close to nature, to you my friend,
Loving everything in the end!
Gratitude with smile on your face.
Nature full of grace.

Days of rain and sun,
Close to nature again, and again...
God the universe embraces,
All countries, all races.
Close with infinite care,
Fog is on the air,
The birds sing in melody,
Flowers, honey and the bee.
Victor Marques
May 2014 · 1.1k
Thanks God
Victor Marques May 2014
Should you say thank you to God’s creation?
As an humble human being I’m always grateful to everything that my eyes can see and my mind can or can’t understand.
I see life as a very precious gift. Don’t ask me why because is every person that should see and open the eyes for all the beauties of the nature, of the universe.
      God’s creation is full of love and care. The man will never beat our Lord in the spirit of true love. His Son Jesus
died for our sins.
Days will come after days and mortality will remain as the great secret for human kind. New discoveries will show the Power of the holy Spirit.
As a true believer I see God as friend, as a light that is always on, as the best architect that plan the world and made it in a splendid way.
      When I plant seeds I can’t see anything. I care about the seeds, put water, love them, and believe truly that harvest time will come as a reward. God gave everything to the man and beg every moment for peace, respect and true love for all God’s creation.
        I’m blessed for growing grapes in Douro Valley. Blessed for my lovely family, friends and for having God all time in my life. I’m always grateful for everything that surrounds’ me in the Spirit of God’s creation.
We pray Loving nature, loving the universe, loving every human being.
God bless you all
Victor Marques
May 2014 · 831
Poet...poetry...poet
Victor Marques May 2014
Poet....Poetry...Poet
Feeling love in a soft way,
Feeling God and pray!
Poet, poetry in a different class of imagination,
Feeling in third dimension.
Start the day with vision and light,
Poet, poetry of fine art ,
Loving everything in the end,
Talking to the sea, to the sand!
Sensitive and warm in a freezing day,
Poet, poetry on his own way,
Candles in temples of peoples mind,
Sharing everything that is around.
In love for other People view,
Poet, poetry , what can we do?
Words and heart in the same ***,
We love poetry a lot.
Victor Marques
May 2014 · 756
Deus mergulha sem aviso
Victor Marques May 2014
Deus mergulha na nossa vida
Quando acordares diz bom dia,
Desperta com sua alegria,
Deus mergulha no mar do além,
Mergulha no seu amor tu também.
Quando os sinos tocam as badaladas,
Olha as crianças de mãos dadas.
Deus mergulha com eterno perdão,
Mergulha tu com leveza e devoção.
Passarinhos com penas coloridas,
Perigos nas nossas caminhadas.
Deus mergulha no nosso ser e pensamento,
Deus mergulha com suavidade e encanto.
Quando um dia a morte te vier buscar por bem,
Mergulha para a vida nova, do além.
Deus  ressuscitado  te leva vivo,
Deus mergulha sem aviso.

Victor Marques
DEUS, VIDA,AMOR
May 2014 · 1.5k
Escrever sobre o amor
Victor Marques May 2014
A palavra amor é mágica e exala perfume em todas as suas vertentes. O amor não pode servir de veículo para conseguir aquilo que se pode fazer ou através dele obter. ?
O amor que vivemos neste mundo é sermos felizes e fazer os outros também. Existem amores que se complementam, que unem raças, religiões, pessoas, e que acima de tudo prevalecem mesmo depois da morte.
    Um amor sem contrapartidas, sem limites, sem contratos que parecem ofuscar a leveza do amor. Existem amores nobres, solidários, palpáveis, celestiais,  universais que nos faz pensar, sempre sentir o verdadeiro significado do amor.  Existem tantos acontecimentos na nossa sociedade em que o ser humano procura desmesuradamente um trabalho fácil, um abraço, um obrigado, um amor amigo. O ser humano se abandona por vezes ao capricho de ser amado, bajulado sem no entanto,  se aperceber que o amor é algo muito bem mais importante, grandioso aos olhos de todos aqueles que se dedicam com pureza aos outros seres.
    Por vezes nada podemos fazer para conseguir amar quem queremos amar...
Demos voltas e voltas e procuramos amigos, amor em tantos deleites que o mundo nos oferece materialmente. Deixámos o amor espiritual num patamar nunca lembrado. As crianças têm uma grande predisposição para dar um beijo,  um salto, um abraço,  um sorriso, para dar amor de uma forma livre,  linda e gratuita. Elas são puras, sinceras, choram , riem, prostestam e amam descaradamente tudo o que as rodeia.  Vêem nos animais ternura, carinho, e porque não amor....
    Existem algumas pessoas que não deixam entrar nelas o verdadeiro significado da palavra amor. Existem tantos acontecimentos na nossa vida em que o amor se manifesta de uma forma muito simples e familiar: casamento, baptizado, comunhão, morte ...
    Amor parece existir desde sempre. Quantas noites na vida do ser humano parece que tudo se perdeu!
Até o próprio amor se consome, se esvazia como um balão de ar que rebenta com uma alfinetada. O amor é uma arte de se comprometer com tudo o que existe, com o universo preciso, e respeitar as leis sublimes de um Deus Criador?
     Tantos seres humanos que parecendo insignificantes tem tanto amor para dar, para partilhar.  Nascemos e nem sequer sabemos se foi por amor ou por um desejo egoísta da busca de simples prazer....
O amor deveria ser um elevar da alma,  uma força poderosa de tudo conciliar e amar.

Com amor

Victor Marques
Amor, palavra, vida, seres
Apr 2014 · 1.6k
Douro que Corre por Correr
Victor Marques Apr 2014
Douro que corres por querer

Correr sem direcção por encostas esculpidas,
Brilho nas noites de luar em que te sentes só,
Amanhecer com névoas ainda adormecidas,
Rio meu, de meus pais e avós....

Tua melancolia que parece humana,
Nas tuas margens sargaço que emana,
Rio que escondes segredos e enganos,
Sejam eles grandes ou pequenos.

Douro dourado de um sol fatigante,
Rio feito de amor por sua gente.
Esbate teu amor nas sombras do salgueiro,
Sublime e excelente conselheiro.

Rio Douro esverdeado e também azulinho,
A tua límpida água parece ser puro vinho,
Rio do Douro belo que à alma dá prazer,
Sede de sempre tua água beber.

Victor Marques
Douro, encostas, vinho
Apr 2014 · 731
A nossa terra nos ama
Victor Marques Apr 2014
A nossa terra nos ama

Agradeço a meus pais pela vida,
Sinto minha terra esquecida,
Falo com ela por telepatia,
Sol bendito que irradia…

Pintassilgos cantam em cima das amendoeiras,
Melros pretos em cima de verdes figueiras,
Raposas que passeiam e bebem água no rio Tua,
A nossa terra é tão bela como a lua.

Que singelas são as pedras da calçada,
Olho o horizonte que parece feito do nada,
Prazer eterno de sempre te amar,
Minha terra, meu doce lar…

Victor Marques
terra, nossa,amor
Apr 2014 · 1.5k
Sou eu .... mais eu
Victor Marques Apr 2014
Sou eu ….

Caminhando por entre vales sonolentos,
Penedos com mil encantos,
Sobreiros abençoados, amores bem-amados,
Fontes de tesouros abandonados….

Sou eu…

Me vejo imortal nas papelarias feito postal,
Imagino ser sempre menino,
Cantar na escola o mesmo Hino,
O hino sublime de Portugal.

Sou eu…

Que pernoito ao luar sem contas para dar,
Me enalteço com vitórias e derrotas,
Vejo coisas vivas quase mortas,
Sentimento ímpar de um olhar.

Sou eu…

Nascido numa terra que seu rio sempre vai amar,
Nevoeiro que se envaidece sem falar,
Amor de um amor que me quer sempre bajular,
Sou eu e meu fado por cantar…

Victor Marques
eu,eu,eu
Apr 2014 · 1.4k
Douro Sublime
Victor Marques Apr 2014
O Douro na sua plenitude
Quando me levantei, senti aquele sentido odor de uma linda manhã de primavera.  Os pintassilgos entoavam uma melodia que me ajudou a encarar o dia com mais serenidade e  encanto.  Olhei para este meu horizonte que se estende num infinito lonquinquo que parece estar ali para ser sempre contemplado e amado.
       Que Douro sublime excelso de ser pintado por expressionistas e cantado em versos pelos nossos poetas que não deixam de o servir e o idolatrar.  Desde menino que eu ganhei uma consciência duriense que nem com a morte ninguém ma irá roubar.  Não me canso de tentar perceber o xisto em harmonia,  complexo e eternizado com estes lindos muros que parecem até nem serem feitos por pedreiros terrenos mas sim por anjos do bom Deus que por aqui quis passar.
Casebres abandonados e fornos de secar os figos continuam na paisagem duriense vivos e ao mesmo tempo parecem sepultados para sempre no cemitério dum rio  Douro que se embala num Rabelo de outrora.
        As videiras imponentes parecem ressuscitar todos os anos pela altura da Páscoa.  Que beleza sentir e amar um Deus vivo que  bebeu o vinho para nos mostrar seu amor e assim dignificar todos aqueles que se dedicam a tão nobre tarefa. Toda a vegetação duriense exala perfume,  permitindo ao homem encontrar aqui um paraíso terreno e ao mesmo tempo um purgatório disperso nos patamares onde vinhas, oliveiras, amendoeiras, figueiras, laranjeiras,  sobreiros, torgas e giestas coabitam.
  Quem fala do Douro sublime não pode deixar de olhar para os rostos de suas gentes. Parece até que  não sabem amar mais nada, nem mais nada fazer. ...
Um saber acumulado de gerações é um legado de arte de bem-fazer vinho aliado a novas técnicas utilizadas por enólogos sedentos de fazerem dos vinhos do Douro os melhores do mundo.
        O Douro corre sem correrias. É meigo com seu leito. As vinhas bebem suavemente de suas águas doces.  Nós que aprendemos com o brilho do pôr-do-sol, que parece um verniz de esmalte que conforta crentes e não crentes.
O Douro que é de oiro está de deleite, de quarentena para nos ajudar a viver e a estar sempre perto da margem para embarcar na barca dum destino já traçado.
Victor Marques
Douro , sublime
Apr 2014 · 759
Nossa Senhora de Fátima
Victor Marques Apr 2014
Nossa Senhora de Fátima

Acordo com o sino tocando,
Escuto o cantar das coisas.
Noite que abençoa o dia,
Mãe rainha sem igual,
Senhora dos pobres em
Portugal.
                      

Aqui Tu Senhora és nossa alegria,
Despertar com flores que brotam,
Lírio roxos de simpatia,
Teu manto de linho branco ,
Papoilas que parecem ser perfeitas,
Pedras de xisto quase desfeitas,
Horizonte temporal,
Amor eterno e divinal.

Senhora Santíssima,  nossa Mãe. ..
Conforto dos seus fiéis,
Senhora dos portugueses que te veneram também. ..
Rainha do Universo  e do bem.

Victor Marques
Nossa, Senhora, Fátima
Mar 2014 · 1.4k
A natureza perfeita
Victor Marques Mar 2014
Além de um espectáculo singular!
O riacho corre sem parar...
O melro com seu bico amarelo,
Pintassilgo atrás de um pouco de farelo.

As videiras com seus rebentos,
Esquilos saem de seus aposentos,
As flores para nos alegrar,
Grilo faz gri gri para nos chamar.

Águias no céu azulinho,
Pardal constrói seu ninho,
Ai o cão até ladra sozinho.
Eu aqui perdido com devoção,
Amando a natureza até à exaustão.

Lagartos, aranhas e formigas,
Libelinhas vaidosas , divertidas,
Raposas e lobitos adormecem sim senhor,
Natureza em todo o seu esplendor.

Victor Marques
Victor Marques Feb 2014
Explicar a minha descendência

Deitei-me na cama e não consegui encontrar amor para me amar ou até me confortar e dar guarida.
   Não preciso de ter a luz acesa para entender a minha descendência.  O Pelourinho centenário que venera  minha casa é um privilégio celeste que Reis terrenos gostariam de ter e poder contemplar....
      Nossos antepassados deixarem um pouco deles que perdura para sempre em nossos corações enquanto seres humanos aptos para sobreviver.
        As pessoas estabelecem nesta vida laços que seriam impossíveis senão acreditassem que por qualquer razão iriam ser lembrados depois da sua morte.
A este pensamento  de lembrar quem docemente amou eu chamo imortalidade.  A minha definição de imortalidade é diferente de todas as outras.
A imortalidade depende duma descendência adequada que se manifesta no amor eterno por quem por amor nos deu a conhecer tantas vezes  coisas que pareciam imagens distorcidas de uma realidade que parecia não ser adequada aos nossos antepassados.
      Nem sempre todos os seres humanos conseguem perceber a sua genialidade , nem sequer a sua disponibilidade para completar percursos iniciados por seus entes queridos. Ou melhor ainda,  seus descendentes,  seus antepassados....!
      Eu vou receber sempre na minha memória,  esses ensinamentos que um dia alguém me ofereceu.
Que coisa bonita , que encanto,  que vontade sublime estes meus antepassados tiveram em me fazer acreditar que eu fazia parte de uma geração nobre .
  Victor Marques
Feb 2014 · 1.6k
Espero a madrugada
Victor Marques Feb 2014
Espero a madrugada

A noite escura estava cansada,
De esperar pela madrugada.
O galo ansioso por todos despertar,
Eu abandono-me a este fenómeno peculiar.

No ermo onde existe um Senhor da Boa morte,
Noite escura em Castanheiro do Norte.
Os cedros parecem ter luz,
Eu perdido no silêncio que seduz.

A noite aqui é simples, singular,
A madrugada de encantar.
Candeias de outrora, cavalos e suas ferraduras,
Madrugada de anseios e aventuras.

O vento sopra solitário e as mimosas são fustigadas,
As madrugadas que tantas vezes foram madrugadas.
E eu aqui sozinho espreito com curiosidade,
Uma madrugada sem tempo nem idade.

Victor Marques
madrugada, noite, espera
Jan 2014 · 952
Durmo na noite eternamente
Victor Marques Jan 2014
Durmo na noite eternamente

Deixar atrás de si amigos,
Viver no meio de perigos,
Certezas nem sempre certas,
Caminhadas por entre tojos e giestas.

Deixar para trás sonhos esquecidos,
Pernoitar ao luar com teus amigos,
Viver com esplendor a vida humana,
Noite calma e serena…

Viver impertinente um passado presente,
Dormir na noite já ausente,
Amar a cama dum horizonte distante,
Dormir na noite eternamente.

Deixar para trás a casa que te adoçou,
Amar a gente que te amou,
Viver por acaso, inconsciente,
Durmo acordado somente…

Victor  Marques

Montalegre, 6 de Junho de 1990
noite, sonho, dormir,eternamente
Victor Marques Jan 2014
A Nossa Existência como seres humanos

      Nascemos em qualquer lugar e somos filhos de quem quer por amor ou desejo simplesmente de procriar ou prazer puro. Não engrandece ou diminui a nossa natureza de seres humanos que nascendo por amor ou não! A partir deste início comprometedor existimos para gáudio de uns ou tristeza de outros. Milhões de células se uniram para fazer nascer seres nossos semelhantes com qualidades e defeitos que de uma maneira ou outra vão tentar sobreviver numa sociedade desproporcional e incapaz de controlar: os devaneios, crises, empreendimentos, crimes, loucuras de uma sociedade débil e moribunda.
Mas humanos resistem com paixão, inteligência e idealismo puro para tentar combater: a fome, guerra e construir muros de paz. Sim com consciência temos homens que labutam por um mundo melhor e uma sociedade que fomente uma existência menos penosa e permita uma recompensa para a outra vida mais conveniente e digna.
      Todos nós temos direito à abundância de coisas boas nesta vida. O universo é totalmente gratuito para todos com uma harmoniosa junção de todos os fenómenos temporais que durante as estações de ano se manifestam na perfeição em sinfonias elaboradas por Deus eterno, infinito e Senhor. Deus nós ama feliz com uma amor intemporal e manifesto no amor de Jesus por todos nós. Com sua morte na cruz e sua Ressurreição exaltou os homens bons a viver com amor e por amor ao seu semelhante.
     Vivemos num sociedade global e intransigente em que os seres humanos coabitam nos mais diversos lugares. A nossa existência como seres será leal e justa se dermos todos as mãos uns aos outros e fazer algo nesta terra que nós faça orgulhar muito mais tarde no Céu. A nossa existência como seres humanos deixava de ser importante se não houvesse uma recompensa por tudo que divinamente o homem bom faz nesta vida terrena. Deus com sua infinita bondade disse ao homem para se multiplicar e difundir seu imaculado amor e ditou suas leis universais baseadas numa fé irracional e num amor de coração.            
     Cabe a todo o ser humano justificar a sua existência com um amor inadiável a todos os seus semelhantes. Através da escrita e com tudo que Deus criador me deu não passa um dia nesta minha vida de passagem sem lhe agradecer por minha existência e por este planeta terra maravilhoso em todos os continentes e latitudes.

Abraço amigo
Victor Marques
seres,humanos, Deus, fé, amor
Victor Marques Jan 2014
Não sei como é viver em paz,
Canta o sapo e bom rapaz.
As cabras pastam nos montes,
Burros e frescas fontes.

Tantos problemas sociais,
Politiquice e  coisas banais.
O ser humano tenta ser justo,
Hipócrita a qualquer custo.

Sociedade portuguesa tão triste,
Nossa identidade existe.
Enfermo em águas termais bem quentes,
Amor a nossos semelhantes.

Outrora nossos navegadores o mar eternizaram,
Dragões e tormentas ultrapassaram.
Hoje estamos num tempo perdido sem beleza,
Falta amor à mãe natureza.


Victor Marques
Victor Marques Jan 2014
Não sentem com satisfação  Deus,
Escuto o cantar do chão molhado.
Fica bem com o passado,
Senhora dos pobres e dos seus.

Natureza específica de receber e dar,
Escuto o cantar do meu palpitar.
Grande parte não sente o riacho e o mar,
Luz do dia para te libertar.

Depois de um dia com chuva,
Olho para a erva que parece uva,
Singela homenagem ao fim do ano,
Seja bem católico ou profano.

A natureza simples com olhar,
Seus tesouros para nos despertar.
Os homens não a escutam nem sabem amar,
Natureza de enfeites para me deleitar.


Abraço amigo
Victor Marques
Victor Marques Nov 2013
Padroeira do Brasil e Mãe de todos nós,
Senhora dos pobres e dos que vivem sós,
Teu manto é puro e divinal,
Mãe Rainha sem igual.

Deus da vida, do amor,
Liberta nosso povo sofredor,
Senhora que aqui em Portugal,
Tens devoção sem igual.

Na noite e no dia Deus é harmonia,
Tu Senhora a nossa alegria.
Parece  que Deus aqui te quer consagrar,
Pois tens tanto amor para nós dar.

As sementes parece que ressuscitam do nada,
Sempre te vejo Mãe Imaculada.
Mesmo com a luz apagada,
Me ajudas na caminhada.

Victor Marques
Nossa, Senhora, Aparecida
Nov 2013 · 766
Gratidão
Victor Marques Nov 2013
Quando me levanto e olho a vidraça,
Canta o galo empoleirado.
Escuto o cantar do chão molhado
Sem sono e com graça.

Desde logo olho este desafio,
De ser gratuito sem favor,
Olho para corrente do rio,
Tudo começa por amor.

O percurso de um  caminho,
Louva tudo com o sorriso,
Agradecer é sempre preciso,
Nunca se vive sozinho.

O universo é infinitamente bom,
Estrelas com cor e som,
Dou graças a tudo que conheço,
O céu nesta vida sem qualquer preço.

Victor Marques
gratidão, dar, receber
Oct 2013 · 1.3k
Tempo perdido no tempo
Victor Marques Oct 2013
Tempo perdido no tempo

Quando me lembro do tempo,
Fico preso no esquecimento,
O tempo deixa no entanto,
Alegria ou tempo de lamento.

O tempo indeterminado,
Tempo presente, futuro, passado.
Tempo que ousadamente esqueci,
Tempo do que sou e vivi.

Tempo que penar é coisa mística,
Pedreiro sem pedra não é artista.
O tempo intemporal de um ser,
Acordar com o amanhecer.

Fogueiras de um tempo que parecem apagadas,
Tempo de janelas abertas e fechadas.
Tempo que parece um ficheiro encerrado,
Incondicional amor bem-amado.

Victor Marques
tempo,amor, viver
Oct 2013 · 628
O amor vacila
Victor Marques Oct 2013
O  amor  vacila

Esse teu olhar fascinante,
Beijo doce e meigo.
Teu lençol feito de linho,
Teu sentimento profundo.

No amor feito ternura,
Alma que completa a tua solidão.
Primaveril amor tão terno,
Som melódico no Inverno.


No trilho de um caminho,
No encanto lunar,
Apanhar o horizonte distante,
Vacilar por amor perdidamente…

Victor Marques
amor,terno
Victor Marques Oct 2013
Escrevo com a pena do amor


Com a simplicidade de um pobre,
Com coração sempre nobre,
Com a pureza da flor sem mágoa,
Sobre o vento que traz água.

Com pontos de vista diferentes,
Com amor a nossos semelhantes,
Revejo-me em mil tornados,
Escrevo em casebres abandonados.

Com alegria e tristeza,
Com amor e exuberante leveza,
No espírito vagabundo,
Revejo-me num infinito sem ter idade,
Com amor e lealdade,
Escrevo ligado á eternidade.

Victor Marques
poesia, poeta, amor, eternidade
Victor Marques Oct 2013
Memória branca da tua imagem Rio Tua

Por entre vales e frescas fontes,
Socalcos e belos horizontes.
No comboio sempre do Tua,
Um beijo na doce lua.

Rio tão belo que engoles as colinas,
Memória branca da tua imagem,
Comboio sem carruagem,
Carrocel sem suas meninas.

S. Lourenço que te olha divinal,
Rio Tua do bom Deus e de Portugal.
Pedras inertes tuas sempre serão,
És rio e bom vilão…

Tantas histórias os vindouros contarão,
Dum rio com memória e solidão,
Rio dum comboio que nunca vai passar,
Excelso amor vai perdurar.

Victor Marques
rio, amor, memória,comboio
Oct 2013 · 910
Folhas
Victor Marques Oct 2013
Folhas

Pedacinhos de folhas esverdeadas,
Folhas secas de Outono amareladas.
Fogem de suas árvores fustigadas,
Folhas húmidas, abandonadas…

Folhas maltratadas pelo vento,
Apodrecem com encanto.
Folhas das videiras multicolores,
Folhas escritas para teus amores.

Folhas que se perdem num tempo,
Folhas com e sem pensamento.
Folhas lindas ao entardecer,
Folhas anónimas para ler…

As folhas morrem cheias de pureza,
Exalam o perfume da mãe natureza.
Folhas parecidas, redondas e triangulares,
Folhas nas tristezas e nos olhares.

Victor Marques
folhas, árvores, papel, cores
Victor Marques Oct 2013
ADORMECIDO NOS SONHOS VIVIDOS

Entre margens dos rios conhecidos,
Sonho com sonhos vividos.
Anseios nobres e sonolentos,
Adormecido em quentes mantos.

Serei sepultado com folhas mortas,
Com videiras, oliveiras, belas hortas.
No ermo ressuscitarei feito luz,
Com a bandeira do amor a Jesus…!

Tenho um carinho excelso pelas gentes singulares,
Feitas de um amor e seus sentidos olhares.
Paraíso de saudades já vividas,
Memórias nunca esquecidas.

Recordações de tudo que me apaixonou,
Da terra que sempre me amou.
Horas paradas nos salgueiros do ribeiro,
Sou do Castanheiro…

Um abraço com carinho e amizade
Victor Marques
terra, nascimento,douro,Castanheiro
Oct 2013 · 1.0k
Vivemos num sono profundo
Victor Marques Oct 2013
Vivemos num sono profundo

Os rios correm sem parar,
As estrelas enlaçadas no luar.
Ser comum de viver vagabundo,
Embriagado num sono profundo.

As montanhas inertes, transformadas,
Arvores mal tratadas.
Borboletas que poisam sobre as flores,
Riachos sem rouxinóis reprodutores.

Joio e as belas searas aloiradas,
Uvas e suas lagaradas.
Alegria e tristeza neste mundo controverso,
Caminhar num caminho incerto.

Estalar de dedos sobre sobreirais do destino,
Vaguear nos sonhos de menino…
As ervas daninhas e as grandes constelações,
Me adormecem com um sono de ilusões.

Victor Marques
sono, acordar,realidade
Oct 2013 · 1.6k
Lembro-me de ti meu Pai
Victor Marques Oct 2013
Bom dia a todos...Desejo que tudo corra na plenitude e vossos anseios e desejos se concretizem na abundância e plenitude. Boa vindima para aqueles que ainda continuam na tão nobre Colheita. Esta poesia é dedicada ao meu Pai: António Alexandre Marques e a todos os seus amigos e conhecidos.

Lembro-me de Ti meu querido Pai

As videiras cansadas pelo sol tórrido de verão,
O rio corre por amor e paixão.
Eu procuro a resposta que não acho,
Sou feito de uvas e do teu abraço.

As rochas xistosas esperam a madrugada,
As uvas amarelas e avermelhadas.
E tu meu Pai continuas aqui sepultado,
Pois o vinho foi teu amor, meu fado…

Palavras sábias de profeta que sonha e sabe,
Lembrança de ti e eterna saudade.
Nossa Senhora de Fátima te acolheu,
Eu anseio também para ser seu…

As uvas dão precioso fruto,
Eu continuo vivo e de luto.
O Douro sublime se consome e exalta,
Por ti Pai saudade quase me mata…

Victor Marques
pai, uvas, amor, saudade.douro
Oct 2013 · 860
As fontes antigas
Victor Marques Oct 2013
As fontes antigas

Nas fontes antigas eu gosto de beber,
Vejo arte e saber.
As pedras moldadas por mãos doridas,
Ali estão parecem adormecidas.

Fontes antigas de aldeias perdidas,
Tantas histórias ali foram vividas,
Cabelos soltos ao vento,
Bebo água e me sento…

Todos bebem pela mesma jarra,
Machado e sua guitarra…
Os animais ao lado tem sua pia de água transparente,
Pois também bebem e ficam contentes.

Os velhinhos contam das moças de outrora,
De alguém que com água as benze e namora.
As oliveiras e vinhas espreitam com leveza,
Amor às fontes e sua beleza…

Victor Marques
fontes ,água
Oct 2013 · 807
As aldeias
Victor Marques Oct 2013
As aldeias

Outrora as plantas eram verdes e singulares,
Aldeias dispersas expostas ao luar,
Pelourinhos estranhamente nus,
Candeias e pouca luz.

Cavalos, burros com albardas e ferraduras,
Charruas, enxadas e portas sem fechaduras.
Cabras, ovelhas, cães e as alcateias,
Galinhas e galos  passeiam nas aldeias.

Tantas Igrejas do tempo do Marques de Pombal,
Se expõem e embelezam Portugal.
As fontes são antigas com água para beber,
Ribeiro que corre por correr…

O xisto e o granito ficam imortalizados,
Exaltam o trabalho de nossos antepassados.
Aldeias lindas que enchem livros nunca lidos,
Aldeias dos amores e dos amigos…

Victor
aldeias, portugal, granito, xisto
Oct 2013 · 1.4k
Vindima que sempre vem
Victor Marques Oct 2013
Vindima que sempre vem

Que regalo é ver estas lindas uvas que serão destinadas a ser pisadas por tantos pés generosos deste povo duriense que nas encostas trabuca com suor no rosto. Depois de tantas canseiras chega a hora da colheita para todos começarem em festa um processo que acabará nos melhores vinhos de Portugal e do mundo.

     Para haver vindima temos de ter videiras bafejadas pelo sol, acolhidas pelo xisto e amadas pelo homem duriense que não se cansa de as amar e bajular. Este meu Douro é sem sombra de dúvida local privilegiado para a produção deste néctar abençoado por Deus.
A videira que Jesus tantas vezes enumerou me faz perceber o universo, a sua diversidade e porque não mesmo a vida depois da morte. Como simples podador o homem corta as vides na esperança de uma boa colheita. Que encanto ver durante seu ciclo o despertar constante de tantos sonhos adormecidos.

      A videira delicia, rejuvenesce, cresce embalada pelo vento em socalcos e patamares e os rios são seus fiéis companheiros e a seu lado tantas árvores dão as azeitonas da paz e serviram de aconchego no Horto das Oliveiras para Jesus Cristo amar os homens e segredar a Deus seu Pai. Temos orgulho em nossos muros de pedreiros que esculpiram seu próprio fado, eles mudaram os olhares de um Douro mal-amado…

Victor Marques
vindima, douro
Oct 2013 · 808
Céu da minha liberdade
Victor Marques Oct 2013
Céu Aberto da minha liberdade

Sentir saudade que irradia arrepios,
Olhar para a água dos rios,
Céu aberto infinito, insaciado,
Céu aberto, céu fechado…

Sentir nos outros desconfiança,
Olhar meigo de criança!
Céu aberto, céu feito do nada,
Céu da vida bem-amada.

Sentir por todos simpatia,
Olhar sem ousadia.
Céu aberto, céu do desconhecido,
Céu dum poema esquecido.

Sentir que temos alma engrandecida,
Olhar com amor sem medida,
Céu aberto, céu sem ter idade,
Céu da minha liberdade.

Victor Marques
céu , liberdade, aberto
Oct 2013 · 799
Na minha Aldeia
Victor Marques Oct 2013
A minha aldeia

Na minha aldeia as casas foram erguidas com amor,
O pedreiro foi rei sim senhor.
Os rebanhos deixaram de passar.
Na minha aldeia os cavalos deixaram de pastar,
O lobo de uivar,
O galo de cantar…

Na minha aldeia os meninos deixaram de nascer,
Escolas abandonadas sem livros para ler.
Os grilos com herbicidas para beber,
Os ratos sem queijo para comer.

Na minha aldeia onde o Senhor da Boa Morte,
Evoca Deus em Castanheiro do Norte.
Na minha aldeia onde o horizonte se enaltece,
Amanhecer do lindo dia que aparece….

Victor Marques
aldeia, desertificação
Next page