Submit your work, meet writers and drop the ads. Become a member
 
Nasceste para alegria de todos nos,
tiveste amor e foste querido
por pais, amigos e avós.
Que Deus sublime te envolva em Branco véu,
E te leve direitinho ao céu.


Como um monge franciscano ,
Gosto da natureza,
Amo a DEUS com  pureza ,
Desde menino.
Em ti tive o exemplo  de colher
o que e semeado,
Deus e o mundo seja louvado...

A Tua lareira era tua companhia,
Partiste da noite para o dia,
Que tua alma seja vida,
Ressurreição e amor,
Entraste no paraíso,
Estas com Deus Nosso Senhor...

Fazias a poda com amor imaculado,
Eras um ser humano sensato e com sabedoria,
Ficaste na nossa memoria viva e sem passado,
Amaste quem te visitava e conhecia,
Foste querido e amado.

Victor Marques
zé, tio, morte, Deus, vida
A ETERNIDADE ESTÁ SEMPRE À NOSSA ESPERA.
As estrelas escrevem sempre que o sol se deita,
Eu sinto a natureza que me rodeia e me deixa mais feliz...
Que sinfonia com ruídos e tantos sons que na minha memória ficam...
Aqui estou eu aplaudindo aquilo que muitos se esqueçam de bendizer.
Velinhas acesas que Santo António veneram e a mim dão vida...
Que tormento medonho se encaixa no amor que tenho por Deus amor, eterno, fraterno. Rei e sempre Senhor.
Aqui estou eu sentado e deliciado com a bela orquestra que toca a mais linda balada quando morrer.
Na inspiração que me rodeia e de quem sabe compreender o amor que se tem pelo pelo anoitecer e amanhecer me consagro a Deus que me nos ama sem nos dizer....
Mas a vida é assim amiga e também agridoce como plantas silvestres que continuarão a nascer.
A Deus antes de dormir no travesseiro me confesso como um menino que quer água sem sede para beber..
Victor Marques
P. S DEDICADO A TODOS OS MEUS AMIGOS QUE FALECERAM COM ESTA TERRÍVEL DOENÇA COVID-19.
Abraço amigo.
MORTE , VIDA, ALMA ,ETERNO
Victor Marques Nov 2020
Noites de amor e canto suave de aves em manhas cristalinas,
Nasci com o encanto  de areias do mar sempre finas.
A meus pais eu vou sempre agradecer,
Com seu amor sempre viver...
Quando eu nasci olhando o rio com olhos meios fechados,
Senti o cheiro das flores dos meus antepassados,
Grato a todos os seres que estavam ali para me ver nascer,
Amando salgueiros do ribeiro que corre por correr...

Quando eu nasci protegido por Deus e sua Igreja,
Lirios campestres que a natureza sempre proteja.
Alma divina que em minha  vida logo entrou,
Sorrir com inocência e carinho sim senhor,
Tudo pelo desejo de DEUS criador.
As estrelas do céu  comigo estavam em harmonia,
Ansiava viver, ver a luz do dia,
Nasci para ser amor, vida, alegria...


Nasci perdido nesses horizontes durienses avermelhados,
Sem ideia do mundo, nem de todos os seres criados,
Nem que havia uma eternidade onde iria regressar,
Nasci para tudo amar e contemplar...
Deus deu me o corpo para minha alma aperfeiçoar,
Deus deu me tudo, a terra , o céu , o mar....
q
Victor Marques Sep 2020
Me levanto sem hora marcada,
Colhendo uvas maduras
Pela natureza abençoada.
Deus no seu trono divino,
Amou o homem e o vinho.

Cepas tortas coloridas pelo tórrido sol doridas,
O homem labuta com destreza,
Vivendo com alegria e
Tristeza.

Passando pelo Douro com Deus imaculado,
Vejo o socalco consagrado.
Ama o mundo, o vinho,
Deus e o fado.

Victor Marques
Vinho, Deus.
Victor Marques May 2020
Douro com sua natureza

Sentei me numa pedra de xisto junto das vinhas,
Rodeadas elas estão por ervas daninhas,
Tentilhões que lindas fêmeas com bicos diferenciados,
Com penas, musgo e teias de aranhas dos telhados.

Natureza que Deus na terra santifica,
Alma pura com amor que dignifica.
Horizontes alaranjados de ouro fino,
Meu Douro, meu amor, meu destino.

Sobreiros, giestas amarelas e brancas,
Cato mariano que bendizes e encantas,
Noite que chegas com a madrugada,
Videira do vinho do homem por Deus abençoada.

Quando a noite vem refresca os sentidos,
Deixa te embalar com tantos alaridos,
O Douro corre com devoção e amor,
Consagrando Deus e Senhor.

Victor Marques
Douro , Deus , Senhor
Victor Marques Sep 2019
Natureza que cantas tão bem...

Alaridos que quero sempre na noite ouvir,
Lua que para mim olhas sem me sentir,
Os charcos das águas mornas que esperam a madrugada,
Vinhas com Uvas amadurecidas para a lagarada.

Tudo parece ser um ciclo que foi divinamente elaborado,
Fazer vinho me faz lembrar Jesus Cristo crucificado.
As uvas são pisadas e até maltratadas com pés de homens humildes e nobres,
Podem ser ricos e pobres.
A Deus eu não sei como agradecer,
Por sentir esta natureza que parece nunca morrer...
Abraço amigo,
Victor Marques
vinho, jesus,natureza,homens
#j
Victor Marques May 2019
Tanto perceber que quando existo, vivo embriagado pela natureza excelsa que me justifica . Tanto perceber o odor de todas as plantas, o constante movimentos de todos os seres por mais insignificantes que a todos possam parecer.. Contemplo tudo como se fosse sempre a primeira e ultima vez.. pois a saudade existe e eu me perco em sempre entender a perfeição deste mundo divinamente criado .

Todos os lugares tentam iluminar e alguma coisa nos querer dizer. O poder de uma criação que fui sublime justifica em pleno a nossa existência como seres humanos aptos para tudo amar e na natureza encontrar deleites e perfeição em tudo que quer ser e nao ser...

Na solidao   encontro inspiração e conforto para minha  existência.  Tantas maravilhas num universo infinito que cabe ao homem tentar  descobrir... Quem olha  os vales sonolentos nunca vai conseguir dormir sem de dia ou de noite os  sempre beijar com beijos de bem querer.

Por ser e existir e amando tudo que a natureza tem para oferecer me deixo embalar com sinfonias de passarinhos que tanto com isso nos querem dizer, pois louvando tudo com alma e pensamento a Deus criador minha existência quero sempre agradecer  ...

Victor Marques
Existência, natureza ,Deus
Next page