Submit your work, meet writers and drop the ads. Become a member
Jul 2019
O que tenho passado
E o que tenho vivido
Não dá pra saber

Não serão esses versos
Que irão te dizer

Nem o feed perfeito
Nem a conversa na rua
Poderão expressar

As coisas que sinto
O que eu tenho vivido
É tudo tão subjetivo

Não há nada de poético
No simples cotidiano
No adiar o viver
E apenas sobreviver

Idealizando que um dia
Quem sabe eu poderia
Ter a vida perfeita
Com a família perfeita

As mensagens perfeitas
Pra responder

É tudo subjetivo

No abismo da poesia
Eu hei de me perder

E quem dera que por um dia
Eu pare com toda essa agonia

E aprenda apenas a ser
Written by
Dayanne Mendes  26/F/Goiânia, Goiás
(26/F/Goiânia, Goiás)   
153
 
Please log in to view and add comments on poems