Submit your work, meet writers and drop the ads. Become a member
 
2.2k · Oct 2015
Love is like a a spider web
Expo 86' Oct 2015
Why love is so complicated?
Everyone says we need to love, but nobody want to fight for it
And in the end, love was no reason to coexist if both parts dont have the will to fight for it
In this case, the love disfigures herself and becomes one thing
One thing called prison
And shackles the one who loves in memories that are born to fade
1.6k · Oct 2015
Platonic Love
Expo 86' Oct 2015
the horrible thing about having a platonic love is that in the end, her gonna end like a idiot to you, or just one insensible *******, or another adjective that falls in the category of someone who hurts you so bad that you will wish that you wont become closer with anyone else, but hey, this is life and there are others things that are way horrible than that, a platonic love isnt that bad, the case is that you make the person more than your live will ever woth and you cant ignore that but  you cant see that, at least so clear that you will recognize that as a mistake and you keep going on, thats why i just gonna end all here, not my love for you but my life, because my life without you isnt life at all
793 · Oct 2015
Sobre cafés e você
Expo 86' Oct 2015
Nem lembro mais quantas vezes
Senti tal amargura na garganta
Que deixa minha voz tão rouca
Talvez precise dar um tempo no cigarro
Ou de um café mais suave
Talvez precise de um tempo longe de você
Ou deixar de beber para te esquecer
Talvez precise ler muito mais você
Ou um tempo longe de tudo que me lembra você
Ou talvez, eu preciso mesmo é de você
764 · Sep 2015
Weave me a nice life
Expo 86' Sep 2015
I have given all i can give, people live like vultures taking all they can see, taking all parts of me, now i dont even have my voice to scream, or my legs to run, and still you want to take even what is nowhere in me, and even after all this **** happening around me, i weave for you a nice coat with my life
712 · Sep 2015
Escravo por seu amor
Expo 86' Sep 2015
Forçado a um habito falho
Esfaqueando a face que eu sou
Encimentando um mundo que mal começou
Estrangulando todos os meus pensamentos

Oh, mergulhe no meu coração
E acenda a alma da minha substancia
E se apresente como meu purgatorio
Enquanto eu me balanço nessa rede de discórdia
Sobre essa mar de ruinas

Me afaste dessas fraquezas
Me ilumine com seus pesadelos
E acabe com minha juventude
Com seus sonhos doentios
Expo 86' Oct 2015
Marcas de uma noite escura
E uma perspectiva ferida
Pela agulhas de minha frieza
Chegaram a você

E a face que foi me dada
Está jogada em alguma esquina
Com impressões de olhares inferiores
Como faces de um bloco de notas

Eu vou me virando
Vou me virando

Essas alternâncias de oportunidades
São as ultimas coisas que eu queria ver
E com um grito sufocante eu admito

Eu sempre errei
Eu errei

E essa dor despertante
É uma especie de verdade que muda totalmente o caráter
Me fez perceber as paredes se erguendo
No único objetivo que eu foquei

Todas essas maneiras autodestrutivas
Todas essas inclinações para o fundo do poço

E agora eu sei, elas tem justificativas
E eu sei

Acusado de assassinatos impiedosos
Mas não sou que sou "um com a dor"
Que fui forçado a parar na beira da estrada
Porque é de lá que vim
E é para lá que sempre voltarei

Mas,  meu deus
Lá é tão distante
E parece que acidentes agora ocorrem por lá
E todos os outros lugares
São cheios e me sufocam
Me sufocam

E eu sou tão inútil que a unica coisa que consigo pensar
É em uma mudança dos tecidos dos tempo
É eu sei
Sou um inútil

E agora sinto como se minha face
Não tivesse nenhuma ligação com os meus pés
E o meu corpo agora fica
Rolando em coisas que não eu não consigo acreditar

Mas eu tentei
Eu realmente tentei
Você sabe que eu tentei
Realmente tentei
680 · Dec 2015
Eu ainda estou aqui
Expo 86' Dec 2015
Sabe, sei que fui contemplado com algo horrível, também sei que talvez tudo isso foi culpa minha, quando você é um idiota por muito tempo sempre acha alguém esperto demais para te amar, mas mesmo assim ela vai te amar, e tudo isso vai acabar de uma maneira podre e dolorosa, e eu irei acabar em um bar qualquer em uma rua qualquer dando risada sobre uma piada ou qualquer outra coisa estupida.

E nesse momento enquanto dou um gole na cerveja e sinto sua fria espuma tocando meu lábio eu sou sugado para fora do presente, e lá em um campo verde vejo uma fileira imensa de lapides e distantes de todas as outras, no topo de uma montanha vejo uma arvore aparentemente morta, mas mesmo naquele estado tenebroso ainda me rende uma sensação de segurança, e ao chegar lá que percebo: a brisa ainda está fresca, as palmeiras ainda verdes e eu ainda estou aqui.
Eu ainda estou aqui.
679 · Oct 2015
Love, Love
Expo 86' Oct 2015
It came to me then, that every second i spent thinking about you, is a tiny waste of my life, and just now i realize that loving you is just pointless as staring at my shoes, and the tattoo of the heart with YOU&I; i tattoed on my back nows only give me regrets, and even feelling all this hatred when i see you my heart aches so hard thats is almost impossible to breathe, why? just why? why i cant forget you or just try to move on? why everything around me just reminders me of you? why i cant live a life without you in? Because i'm a stupid person or because you are my true one?
I dont have a answer and i hope you too, so i can accept my fate of lonely one, of a single bird in a tree, of a single cell in a living being, of a drop of rain in nigth
678 · Nov 2015
Tempo de fingir
Expo 86' Nov 2015
Nunca achei que seria tão fácil me vendar
Mas olhando para trás
Havia tantas coisas que não gostaria de ver
E talvez graças a essa cegueira, lembrar não me faz sofrer
Apenas buscar um abraço e tentar esquecer
Ver o mundo desaparecer

Talvez viver de promessas e sonhos foi o que nós fez perder
E todo esses pedregulhos viraram aterros
Para os próximos sonhos
Que podem se tornar verdadeiros
E não apenas uma moldura sem fotografia
Que decora a mobília de um cômodo sem a pintura do apego

E deixar o tempo passar seja o melhor que tenho a fazer
Ele revigora e maquia cicatrizes que nem podemos ver
Por isso talvez, mesmo sem historias para contar
Acho que deveria me entregar
Para que ele me leve ao lugar mais distante de ti

Sempre achei que um pouco de nós faria bem
O que dizer? nunca fui muito bom em escolher
Mas talvez se nós reencontrarmos em alguns anos quais quer
Podemos perceber que o jogo nunca terminou
Apenas virou, e agora estamos em times diferentes
Sempre se esbarrando e se machucando
Mas nunca se cumprimentando

Talvez devesse ter visto de longe
Ou não ter me iludido tanto
E saber que fomos
Destinados a fingir
Viver de falsas proximidades e carícias geladas
E nunca de ternura nos abraços ou paixão nos beijos
Destinados a fingir
Uma paixão idiota
Que mais parecia um cigarro
Que logo se transforma em fumaça
E no vento para o mundo se esvai
Expo 86' Sep 2015
Love is the only way to forget about you, but the more i love the other the more i realize that i really love you, that you are eternal in my life, that i'm only the thorns and you are the rose, that you are the blanket that keep me warm, and the other are just some fan that just push dust in my lungs.
557 · Nov 2015
Untitled
Expo 86' Nov 2015
Tire minha sobriedade com seus abraços
Deixe-me alucinado com o sabor de seus lábios
Permita-me respirar um pouco mais do ar que circunda o seu quarto
E perdoe-me pelos equívocos que cometo

Espero que entenda, que eles são causados
Pelas inseguranças e medos
Que são obras mal acabadas geradas pelo teu afeto

Mas o que dizer? ou o que falar?
Para mim sempre só me restou me desesperar
E o medo de tu, não consigo superar
Ahh maldita cabeça
Para ser um animal
Quatro patas é o que falta
Pois como as bestas
Parece que ele não consegue raciocinar

Mas ao menos tenho que agradecer
Ela me fez aproveitar todo os segundos
Dos abraços e beijos
Que aconteceram ou acontecerão
E acima de tudo dos que não existirão

E no final, tudo isso era para ser sobre algo bom?
Talvez eu deva aprender que admitir que errei não seja o fim do jogo
E que devia aproveitar muito mais nosso turno
Porque se for para dar errado que de
Mas nunca vou me distanciar de ti de novo

Por isso dessa vez só quero saber de você
Mas peço que me diga
Me diga, me explica
Por que está aqui ou se realmente é feliz
E quero que saiba que toda minha dor e insegurança começa aí
Gerando angustia e sofrimento que faz-me sentir tão egoísta que perco toda a motivação e coragem de ficar perto de ti
Expo 86' Oct 2015
Seu rosto já não é mais o mapa que me guia
Seu sorriso já não representam as estrelas que me fascinam
E as morfina de suas palavras estão longe de ser efetivas
Mas o que fazer?
Sempre soube que meu sim foi carregado de insensatez
E mais uma vez tenho que pensar
Em qual moeda essas fantasias devo pagar
Angustia que pode virar combustível
Ou talvez, raiva que será nosso castigo

Talvez apenas devo esquecer isso
Mas o pensamento de puxar o gatilho
É muito mais forte do que o de sofrer sozinho
E você não sabe como é difícil
Saber que essa noite estarei sozinho
E a falta que sinto dos seus carinhos

Mas agora tudo isso é passado
E apenas agora consigo enxergar
O que onde existia um começo
Coexistia um erro
E o que achávamos que seria amor
Apenas era a euforia de um perdedor que ocupa o segundo lugar no pódio do amor
Expo 86' Sep 2015
expurgando esse sentimento para as partes mais profundas do limbo é a unica solução que achei para me livrar de toda essa tristeza e não morrer de hipotermia da frieza do seu ser, me mantendo vivo de migalhas das ondas radioativas do seu ser que me transforma nesse monstra de melancolia que algumas pessoas tem a chance de ver.
Expo 86' Sep 2015
When i saw you in the crowd
With all your friends
Smiling and having fun
Too busy to notice all eyes staring you
Too busy to notice my interest of talking to you
Growing like a bird in a cage
Dying to talk to you
Dying to be next to you
But too scared to even smile to you
Too scared to end like my other lovers
Too scared of being just a ***** in your backyard
Like i am to others people i used to love
Expo 86' Nov 2015
Palavras são balas
Porque somente elas não bastam
Insegurança é uma espada
E seu gume mais afiado que essa navalha
Sentimentos são como uma maça
Tão veloz, para apenas pesar na minha cara
E neste momento nada me acalma
Ou sacia a vontade de ir embora
Mas quem sabe isso não passa
Pode apenas ser uma gripe passageira
Ou uma melancolia verdadeira
Mas talvez devesse me alegrar
Continuar a andar
Para trás não olhar
Ou até mesmo tentar não ligar
Fazer dessa angustia combustível
E desse pesar um mar
Para me banhar nas manhã de alegria
Que a vida ainda há de me doar
432 · Sep 2015
Untitled
Expo 86' Sep 2015
Porque eu tenho que ser um desgraçado que há de morrer afogado nesse mar de elementos  de um passado que seria melhor apagado, porque há de mim ser mais um solitário que há de morrer queimado por todas essas emoções sem pário, porque há de mim ser mais um coitado que passa o tempo deitado nessa cama de sentimentos amaldiçoados
422 · Sep 2015
Untitled
Expo 86' Sep 2015
Do you still remember march to june, when we're still friends, we hugged and smiled felling the grass over our feets, we're so happy and our guard was so down, i dint even see the love coming from the morning mist, but even if i see it, i would let him get us, but the mist was not for me, the mist was for everyone but me, and now seeing you in the crowd make me so sad i just wanna die
417 · Jul 2016
Untitled
Expo 86' Jul 2016
Sabe, quando te avistei naquela ensolarada tarde de junho, fiquei totalmente perplexo, a maneira que seus longos cabelos caiam nos seus ombros, como as sardas no seu rosto formavam a mais bela constelação, ou a maneira que você falava sobre a poluição e como o aquecimento global iria acabar com o mundo.

Eu nunca fui uma pessoa muito idealizadora, ou que tinha sonhos grandes, sempre me contentei com pouco ou quase nada, sempre fiquei feliz em ficar no banco de reservas. Mas no momento em que suas palavras tão entusiasmadas e caóticas entraram no meu cérebro e o atingiram como o mais brutal acidente automobilístico da historia, eu pensei: Eu quero salvar a todos, eu quero ser um astronauta e colonizar o espaço, descobrir novas coisas além do espaço entre a minha cama e o interruptor do quarto.

Aquela sensação maravilhosa durou apenas alguns segundos, e logo, a maldita insegurança voltou, me sentia humano novamente, e dessa vez tinha muito mais medo, tinha medo que não salvaria a ninguém, que não conseguiria fazer nada.
Fechei os olhos, e em um misto de angustia e medo pensei: Mesmo que eu não salve a todos, eu ficaria feliz em apenas te salvar, porque acho que te amo, sabe?
389 · Oct 2015
Untitled
Expo 86' Oct 2015
Talvez essa foi a nossa ultima chance de tornar as coisas melhores
Mas também foi a unica vez que eu fecheis os olhos e olhei para longe de você
Algumas coisas  são feitas para acabarem
Eu nunca me expressei verdadeiramente para você
Também nunca imaginei que você iria me fazer tão mal
Eu tempo para ajustes talvez seja o que eu preciso
Então faça o seu nunca
Ele é para sempre, sabendo o que você negou
Então como nós embelezamos essa discussão
E não, eu não estou disfarçando todas essas brigas e sonhos se despedaçando
Nunca se esquecendo da lua que foi nosso
388 · Oct 2015
Seja menos você
Expo 86' Oct 2015
Seja um bom moço
E talvez, não terminará como um esboço
Seja um bom cidadão, porque tu pode não cair na solidão
Seja parco e sereno, que tu vai se sentir assim muito menos
Seja incólume, que o âmago ardera menos
Um pouco mais frugal e terá que tergiversar e perscrutar um pouco menos
375 · Oct 2015
Untitled
Expo 86' Oct 2015
Vai me demorar um pouco para me acostumar a viver
Para tentar pensar em esquecer
Para que essas feridas talvez comecem a cicatrizar
Para que o  tempo para de ruir
Para que passe essa necessidade de me esconder
Já sem laços que me predeem aqui
Já nem sei mais o porque estou nesse lugar
Só mais um dia, mais um cigarro, mais um segundo
Não para me preparar
Mas para o acaso me abrigar
Para que ele entregue um pouco de você a mim
Ou que um pouco de mim voe até você
E assim que vejo o quão distante tu é de mim
O desespero me faz pensar
Em preparar e apontar, algumas chegaram até em disparar
E apenas levar tudo  que é meu
Talvez seja muito melhor assim
Deveria deixar o tempo te acompanhar
Minha a falta da minha presença para ti talvez seja um favor
Mas para mim a tua é o meu maior pavor
371 · Nov 2015
Untitled
Expo 86' Nov 2015
Confia no acaso
Só queria mais um pouco dos seus abraços
Se liga nos passos
E se alerte no espaço
Distancia é bom
Mas destrói tudo com seus espasmos
Lagrimas são feitas d'água
Porque são águas de um sentimento do passado
E as memorias tão belas
Porque são encharcadas com saudade
Mas viver de saudade já não é bem uma opção
353 · Dec 2015
Untitled
Expo 86' Dec 2015
Hoje fui no medico
E fui diagnosticado
Ele falou abismado
Você está com o coração quebrado!
Quem me dera que isso fosse tudo
Porque ele me disse ainda um pouco acanhado
Que graças a minha aptidão poética
O meu apego ao passado
E sentimentalismo exagerado
Eu vou sofrer muitas mais nessa paixão que há muito já é passado
Expo 86' Oct 2015
Permuta-me uma dor
Pouco menor, para que caiba dentro do meu amor
Para que esconda ela embaixo do frescor
De palavras ditas com tanto ardor
Mas com uma tênue cor
De belicismo ao meu interior
Mas tudo isso ocultado por uma radiância
Que resplandece do seu interior
341 · Sep 2015
Untitled
Expo 86' Sep 2015
Some times i think i live in a never ending cicle, i climb all the way to the top to just look down and see you in the way so i slide down all the away, and finally when i catch up with you, my heart is full of cracks, and you are all glued with love from others figthers, so now i'm just waiting something to take place, here where every moment is a perfect place to take another shot of anguish and sadness watching you talk to all your lovers about what you and i planned to be
338 · Jun 2016
Untitled
Expo 86' Jun 2016
Hoje fazem 24 meses que nós conhecemos, quando te vi pela 1° vez naquela ensolarada tarde de setembro, te observei por minutos que mais pareciam horas, me encantei como você conversava e ria tão despreocupadamente, como se não soubesse que o aquecimento global está destruindo nosso planeta a cada segundo, que por ano 30.000 jovens morrem no brasil e que 77% desse numero são negros, ou que a desigualdade social só tende a crescer nos próximos anos. Isso me deixou perplexo, e de certa forma te observar era como um remédio para as minhas manias, como a mania de falar demais, de falar rápido demais, ou a de me preocupar demais, não importava quais sejam, quando olhava para você elas simplesmente sumiam.
Hoje faz 4 meses que não nós vemos, minhas manias sumiram totalmente, talvez, porque hoje eu só me importe com você, só queira falar sobre você, só queira falar com você, mas, hoje faz 4 meses que não se vemos, 4 meses que não falo com você, 4 meses sem ver você, 4 meses tentando lembrar quem eu era antes de você.
Hoje é o equinócio da primavera e eu espero com todas as forças do meu ser, que eu volte a crescer, e quem saiba, te esquecer
336 · Jan 2016
Untitled
Expo 86' Jan 2016
Sabe, eu tenho medo de dizer que sinto falta de você
A ultima vez que nós vimos, queria muito te abraçar
E esses sentimentos pouco a pouco se empoeiram aqui dentro
Mas como poderia negar todas essas borboletas que sinto quando vejo você

E espero que eu não esteja muito longe na sua lista de espera
Porque, sabe, eu gosto de você, realmente gosto de você
Venho sonhando com você e algumas cores que não existem
E apenas consigo pensar

Eu gosto de você, verdadeiramente gosto de você
E espero que você goste de mim

Você me ajudou por tudo que passei
O jeito que você sorri me deixa tão bem
Ou quando o calor da sua mão me faz sentir tão seguro
Então, como eu poderia negar seus lábios no meu?

E sabe eu gosto de você, gosto mesmo de você
306 · Jun 2016
Untitled
Expo 86' Jun 2016
Grito fino de cortar a escuridão
Um frio de doer tão forte, que nem mesmo o peito consegue proteger o coração
Tremer e agonizar são as únicas opções
O burgues canalha passa com olhar de desgosto
Acha que sofrer é algo relacionado a gosto
Ganhou um agasalho importado em troca do seu coração
E vem para cima falar de chances e determinação
Não sabe o que é carregar compras de madame para poder comprar pão
302 · Oct 2015
Mágoas
Expo 86' Oct 2015
Oh ardiloso coração
Por que não admoesta meu coração
E todas suas confusões
E entrega-me um homizio
Para que meu fenecimento seja um pouco mais fleumático
E incólume fique minha alma
Nesse alarido de emoções
E que a nódoa dessa pacóvia paixão
Possa finalmente justapor
285 · Jan 2016
Untitled
Expo 86' Jan 2016
Estou cansado e sem inspiração
Me sinto como uma bateria sem carga
Pronta para ser jogada fora
Velho e sem utilidade
Eu sou um livro a lido  na prateleira
E agora apenas guardado como um enfeite
Eu sou uma corda de guitarra quebrada
Eu sou inútil
Eu sou invisível

Sinto que meu cotidiano é uma inevitável guerra contra o mundo
Como se eu estivesse
279 · Dec 2015
Untitled
Expo 86' Dec 2015
Vou transcrever o quanto gosto de você
Nestas linhas de agonias tênues
e de amores degradê

Mesmo que seja complicado
Gosto muito de você
Nem que seja do meu jeito
E isso espero que você consiga perceber
248 · Jun 2016
Untitled
Expo 86' Jun 2016
Sabe, bem no fundo eu queria que tu me chamaste, para caminhar, conversar ou qualquer outra coisa, até o menor sinal que ainda existo para você é o suficiente para florescer dezenas de bons sentimentos, e sabe, mesmo que as chances desse utópico futuro acontecer forem minimas, eu ainda me pego sorrindo abobalhada pelos cantos, pensando: ahhh, como seria bom se tu me chamaste para correr, como seria belo se tu me chamaste para cantar, sorrir e dançar. E nessa leve e serena incerteza de que se eu ainda existo em você, minha vida vai seguindo, meio triste, meio alegre, meio humano, meio você.
244 · Sep 2015
Numb my soul
Expo 86' Sep 2015
Press your finger against my body and ignite my soul, i will find a way to take away all theses stings before i'm down again, i dont want this anymore, unconditional is the only adjective i can give to myself, so i pray for the gods that my next lover will be me, stripe me away from my illness and cement all the holes from my body, i cant bleed more.
230 · Dec 2015
Untitled
Expo 86' Dec 2015
I trusted you to sing along
But now i'm here
all alone
And please just dont
dont come back
I dont need that
I'm better off alone
than with you
I'll be okay
I'm just too sad
To move on
or to move out
to try to be anything at all
226 · Dec 2015
Untitled
Expo 86' Dec 2015
Eu já nem sei o que vou fazer amanhã
E se me perguntarem é capaz que minha cabeça exploda
Eu não sei nem o que vou comer
Se como arroz, feijão e macarrão
Ou feijão, arroz e macarrão
Ou macarrão, feijão e arroz
Ou arroz, macarrão e feijão
225 · Apr 2016
Untitled
Expo 86' Apr 2016
Tarde da noite no sofá
Essas cicatrizes procuro justificar
Talvez eu não fui feito para amar
Ou o amor foi feito para machucar
A uma conclusão não consigo ou conseguirei chegar
Ahh, mas o que se esperar
Sou apenas um jovem garoto com receio de amar
164 · Feb 2017
Cuting myself out
Expo 86' Feb 2017
You know, its kinda funny how things go downhill so fast, when i was there, i couldn't say i was happy or the things are working, but i could say that at least i was close to you, time passed and this felling started to suffocate me, so i decide to move on. And now all of my days just turned gray, an endless sky of gray and shivering cold, day pass and all i do is smoke and stay in bed, all i do is remenber my time close to you, all i fell i sadness consuming my body, haunting my mind, suffocating my lungs, and now, all i do is think about you

— The End —